FUGINDO DE SI MESMO



Como é fácil criticar censurando sem nada propor, sem nada sugestionar.. 

À minha observação e sensação 
dá  o nome de " FOFOCA ". 

É um flagelo humano que muitos 
adotam  e seguem como estilo de vida.

Supõem e já estão lá a mil e uma conversação
 em flash 
detonando sem nenhum exame da situação.

É como flambar um alimento, 
ateando o fogo que queima em seguida..

É como fissura,
uma rachadura  que rouba  a beleza..

É uma prática que tende  a destruir  com  a frieza das  palavras 
que desnorteiam do foco, 
e em nada contribuem.

Sempre à postos, para flagrar algum delito, 
segundo sua mente determina em acordo com 
a língua flamejante  de veneno.

Fabricam idéias mirabolantes,
verdadeiros arquitetos da imaginação fútil-inútil..
devaneios da mente que encantam o ego.

Geralmente são  bajuladores, 
porém..irrequietos, 
e  se traem à primeira discordância 
do que estão a  dizer.

É um ofício próprio daqueles que fogem de si mesmo 
o tempo todo do qual dispõem.

Optaram em fiscalizar os acontecimentos da vida alheia..
e assim se mantém  extraordinariamente fora de si mesmo, 
numa escalada cada vez mais arriscada
 de chegar lá adiante e cair do abismo 
que eles mesmos se propuseram a viver.

É lamentável..deprimente..triste..a futilidade 
a qual estão se entregando com afinco 
sem ao menos "querer" conhecer os fatos, 
filtrar os acontecimentos, 
antes de destilar  veneno.

É preciso assumir uma postura diante da vida, 
e temos a livre escolha para isso, 
e uns escolhem "fiscalizar" os outros e seus atos, 
enquanto  outros escolhem 
viver e ser feliz do jeito que é, sem delongas.

E é nessa facilidade de escolher que a vida é sábia, 
fornecendo as ferramentas necessárias
 para se descobrir 
verdadeiros tesouros internos e externos,
e ser feliz ..simples assim!

        Poderíamos assim  findar :
        
Fofoca é...
                                        
                                                flagelo humano..que detona em 
flashes,
              flamba  como fogo,       
                       fissura que destrói,
                                           frieza de palavras que desnorteiam 
do foco,
                      flagram com língua flamejante 
de veneno,
            fabricam o fútil-inútil,
mais parece um
      ferro-velho!

               Ao longo da vida 
vamos sendo moldados
 pelas escolhas que fazemos, 
A aquisição  de nossas próprias experiências 
nos afetam de maneira tal que,
nossa estrutura física,
 toma a  forma
 pela qual sentimos tudo e a todos.

Grande Abraço Fraterno, 

Muita Luz a todos os corações!

10 comentários:

Arnoldo Pimentel disse...

Um texto muito bom e cheio de verdades.Parabéns.

Liliane Moraes disse...

Texto ótimo baseado em verdade !

Adorei Receber sua visita no meu cantinho. http://alguemparaconversa.blogspot.com.br/

Tatiane Salles. disse...

Isso deveria ser uma receita de vida.
Uma semana linda e abençoada pra você...

Um abraço, Tati.

Att.

Mayara Harine disse...

Já dizia Sócrates "Crítica sem solução é alienação." Bacana palavrear... As pessoas deveriam fazer uso de tal dádiva em prol de uma boa escrita onde muitos se deleiteriam. É uma pena que não fazem. Perdem o tempo com mediocridades!
Texto muito bem apropriado, viu mocinha?!

Tornei-me seguidora do blog!

Abraço,

Bom dia!

Mayara Harine disse...

deleiteariam*

Branca. disse...

Olá passei para fazer uma visita!
Achei tudo muito lindo,vc está de parabéns.
bjs.

O verdadeiro Amor!!! disse...

Boa noite!Achei lindo o seu blog.

Nelma. disse...

Olá passei para fazer uma visita!
Achei tudo muito lindo.

Graça Pereira disse...

Subscrevo totalmente! É mais que flagelo...é praga! Penso que esta gente não tem vida própria, vivem do que acontece aos outros, inventando daqui, acrescentando dali!
Detesto pessoas assim, parecem caçadores de borboletas...Serão felizes? Duvido!
beijocas e o resto de uma boa semana.
Graça

Elisa T. Campos disse...

Maravilhoooosooooo.

Amei.
Quem faz fofoca quer esconder de si a pequenez que é.

Beijusssss,,

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...