RESPEITO X CARÁTER



Por esses dias estava conversando com uma pessoa muito querida 
e falávamos sobre a questão tão polêmica, 
que reina   por todos os cantos e todos os lados, 
sobre "RESPEITO AO OUTRO" 
(Tenhamos aqui "o outro" como ser vivo)

Tão escasso, tão extinto, tão distante de muitos
 e desconhecido de inúmeros outros, 
mas primordialmente tão necessário e  vital nas relações, 
em todas as áreas e todos os campos.

E ouvimos muitos acusarem os pais por que não educaram, 
ou ensinaram seus filhos, sobre este valor - "respeito". 

No entanto, quantos pais já se desesperaram
 em não saberem o que aconteceu com seus filhos.. 
e vê-los invadindo o espaço alheio com grosserias e agressões, 
às vezes até violentas,
 e em total des-conformidade com
 o que eles educaram ( ensinaram) esses mesmos filhos.


Bem se sabe que  como consequência da falta de respeito ao outro 
teremos adultos potencialmente agressivos,
 denomino de " primatas ".. é como nascer, aprender, e regredir
 a um estado anteriormente humano,  de selvajaria..
o qual temos o conhecimento pela pré- história,  
que narra tão precisamente 
a violência sem nexo em tempos remotos.

E é exatamente o que vivemos já a algum tempo, 
cá entre nós Humanos de qualquer lugar do planeta, 
seja em qualquer grau e escala político-social.

Mas, refletindo sobre essa questão precisamos  considerar que 
todos nós possuímos
 nossos traços mais fortes, e traços mais fracos,
 sendo o que caracterizaria como traços mais fracos 
aqueles os quais temos mais dificuldades em 
dominar, em reter, segurar, para retomar ou reverter, 
ou até pelo mínimo em amenizar sob controle.

Porém a tendência do ser humano 
é sempre a de "esconder" ..o que ele  "sabe"  em seu interior,
 lá na sua consciência, 
 que não deve agir  de um modo o qual será re-criminado pelos demais, principalmente por aqueles os quais estão bem próximos de si. 
E assim, retém o que não deveria.

 Mas que também precisamos cuidar porque 
poderemos erroneamente estar classificando,
 rotulando, condenando  como "fraqueza", 
e isso ninguém quer, até dificulta as relações.
Então precisamos do discernimento para não radicalizar.

Bem temos  aí  o início de  um círculo vicioso,
 em que  a pessoa começa a articular subterfúgios, 
para "esconder" o lado que não deseja expor, 
pela censura que virá de fora, 
e pela consequência  que  causa em detrimento de seu ato. 
E não pára mais..agirá sempre assim.

Porém, vamos considerar a questão de "educação" vejamos:
 desde um jovem-adulto e assim em diante, 
recebemos e temos  uma gama de  informações 
das mais diversas fontes que aí estão para quem quiser acessar,
  ter vontade própria, e ir em frente 
buscando esclarecimentos e até ajuda, se for o caso.

Pensamos que a  pessoa  deva querer...
mas..  essa questão é mais complexa ainda.. 
por  requerer  em extrair
uma luz que brilhe em sua consciência
e o atraia para tomar essa decisão... 

É aquilo que sempre digo - 
é preciso passar e ficar na consciência
 tudo aquilo que se faz necessário para haver atitude,
 senão nada acontece, 
nenhuma atitude será tomada a respeito, 
é questão de  estar consciente, aí sim fluirá e muito bem.


Porém, ocorre o contrário, 
a maior parte realmente não quer, 
não interessa-lhes, e nem ouse falar sobre isso, ou seja, 
 é assim que pensam e agem : 
_ "não sei e nem quero saber, estou bem assim,
 e nem me venha incomodar e falar sobre isso! " 

Desse modo fica difícil, qualquer mudança significativa, 
a fim de melhorar-se para as relações 
as quais estamos todos no mesmo barco.

Pessoalmente, tenho a visão que 
"RESPEITO" tem muito  haver é com  "CARÁTER" de cada um, 
é a índole, o tipo e a marca que cada um traz consigo. 
É algo tão pessoal, intrínseco, 
que não temos acesso ao indivíduo
 para tocar-lhe sobre isso.

Até porque ele não deseja isso. 
Se considera estar muito bem,
e assim estão muitos numa multidão
 e no planeta a viverem.

Você já deve ter assistido alguma cena de des-respeito
 seja contigo ou com outrem, certo?

Ao vivenciar esses fatos pode constatar a petulância, 
a arrogância, a transformação, dessa pessoa, certo?

E se for alguém que seja do nosso convívio, 
em que  temos mais contato diário, mais intimidade, 
nos surpreende e choca, certo?

 Pois é... isso nos evidencia 
 falta de sensatez, incoerência, frieza,
 e estagnação 
que alguns ainda vivem, 
e por puro prazer de ser assim, 
já que se consideram estar muito bem.

E como tudo que desperta em nossa consciência
 e temos vontade é possível transformar,
 bastaria um passo... 
não um passo à frente, mas um passo atrás.. 
para considerar conscientemente que é necessário haver  mudança.. 
e melhorar o comportamento diante daqueles os quais se ama, 
até porque o primeiro a sentir-se feliz é a própria pessoa.

 E aí sim o passo terá sido dado à frente, 
pois deu-se um passo atrás para depois avançar 
em ser alguém bem mais interessante e bom de se conviver.  

                  Nesse caso não existe perda, Todos ganham.

      RESPEITAR O OUTRO 
ESTÁ INTRÍNSECO 
  NO CARÁTER DE CADA UM.


À você de todo coração:
Obrigada por tua presença!



18 comentários:

Arnoldo Pimentel disse...

Muito bom e importante o texto, parabéns pela postagem.

Ivone disse...

Boa reflexão, sim, tudo depende de conscientização, mas a pessoa que erra e desrespeita sofre muito mais, com o tempo ela irá perceber, mas é mesmo por causa do tempo que elas levam para se conscientizarem é que se diz haver o problema, difícil e polêmico isso tudo.
Acredito sim que é mesmo questão de uma boa educação, os pais são os primeiros a darem, nem todos estão "conscientes" dessa obrigação não é mesmo?
Grande abraço.

PS.Que lindo gesto na foto, bem ilustrado o amor incondicional!

Anônimo disse...

Boa postagem.

Acho até dá para se refletir numa questão de abordagem até mesmo mais filosófica. Pois muitos atribuem em que o caráter é nato e outras já acham que seja inato.



Abraços,
Bruno

YoSueño disse...

El respeto empieza por uno mismo, y si tu no te respetas, no podrás respetar,a nadie como tampoco lo puede enseña.Un BESITO

Lua Negra disse...

Respeito e educação é tudo.
Tenha um domingo de alegria.
Abraços de luz.
Lua

Irmãos de luz disse...

Olá! :)
Bom Blog, que a paz e a luz de Jesus lhe acompanhe hoje e sempre.
Irmão António.

Algodão Tão Doce disse...

Olá!!! Tudo bem???
Vim aqui retribuir a sua visita no meu cantinho!!!
Fico feliz por você me seguir!!!
Venha sempre!!!>>> Passe lá e pegue um selinho de agradecimento!


Com carinho e beijinhux, Marie.


http://algodaotaodoce.blogspot.com.br/

Marcela Gmd disse...

Hay que respetar para ser respetado!!! muy buen post!!
Besos, desde España, Marcela♥

Vento disse...

... a História repete-se, SEMPRE, in seculum et seculorum....

e... um toque de afeto muda tudo?!?

escolheu luito bem seu nome "Toque de Afeto", porque ele trás consigo uma energia carregada de tanto amor que quase faz esquecer, o toque, o tal que é o troco "fio de navalha" que faz sangrar o amor...

e a gente se pergunta:
- mas que é isto? que foi que aconteceu? como é que tudo virou do avesso? que foi que eu não fiz?
ou será que eu fiz...?! mas o quê?!

e essa pergunta não tem nunca resposta, porque o que faltou é quase sempre tudo quanto não cabe no coração...

obrigada por tua visita.
me fez muito bem passar por aqui.

beijo carinhoso.

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

Cada palavra
que inspira
nossa vida,
acorda novos
sentidos
em nossa caminhada.

Viver é acima de tudo,
a arte de abraçar os sonhos.

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

O respeito está acima de tudo;começamos com o respeito à nós mesmos,para que possamos que outros nos deem o respeito devido.
Lindo blog e com um nome que lhe faz jus.Adorei seu texto.

Carmen Lúcia-mamymilu.blogspot.com

Twoefes disse...

Olá Lecy'ns, excelente o teu texto e muito oportuno. O Homem em tecnologia evolui todos os dias, mas em termos humanitários onde predomina a compreensão o respeito e a tolerância, deixa muito a desejar. Tudo isso só é possível através de educação e de instrução. Com educação e instrução a humanidade aprende as qualidades fundamentais que distingue um homem civilizado, que sabe usar a liberdade! Sabendo, que a sua liberdade termina onde começa a dos outros! Que usa como norma de vida a alteridade: capacidade de se colocar no lugar do outro.

Berço do Mundo disse...

Querida Lecyn, desta vez deu certo. O seu blog já aparece na minha lista de leitura, é porque o registro não deu erro.
O meu nome de registo é O Berço do Mundo e, possivelmente, não tem imagem de perfil devido a uns problemas com a conta do G+.
Mas estou aqui, entre seus amigos, pode estar certa.

Um beijinho e um doce domingo
Ruthia d'O Berço do Mundo

Só pra você disse...

Verdadeiras suas palavras, o mundo está tão louco que não se ensina mais RESPEITO E CARATER. Falta Deus no coração! Perfeito!

ötima semana, estou seguindo também.

Auxiliadora RS

Louraini Christmann disse...

Respeito...
Caráter...
E um texto lindo que fala disto tudo.
Tudo de bom.

Cihan'in Bahcesi disse...

cok anlamli bir fotograf....

Salatiel de Oliveira Monteiro disse...

Olá!
Tê-la como minha seguidora é, sinceramente, uma grande honra. Aproveito o ensejo para parabenizá-la pelos belos escritos.
Abraço,

Guillermo Arnul disse...

Precioso texto, dulce imagen.

Un saludo desde la distancia azul: Colombia.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...